Fonte: http://nossodiariodetreino.wordpress.com/2013/09/04/cafeina-para-correr/

POR VANESSATAIS 04/09/2013          

cafe

Benefícios:

  • Pesquisas apontam que a cafeína pode melhorar o desempenho do atleta por meio da ação no Sistema Nervoso Central (SNC) – alterando a percepção da dor – e aumentar a contração muscular.
  • A cafeína melhorar o desempenho em provas mais curtas estimulando o SNC e também permite uma contração muscular mais rápida e eficiente. Em provas mais longas, esta substância atrasa a fadiga e diminui a percepção do esforço, pois aumenta a concentração de endorfina no corpo (este hormônio melhora o humor e auxilia na sensação de bem estar, além de reduzir a percepção da dor).
  • Outro mecanismo para retardar a fadiga durante o exercício, é que esta substância aumenta o nível de ácidos graxos livres no sangue e o usa como fonte de energia para executar o exercício poupando o glicogênio muscular. Fato importante para maratonistas ou corridas maiores de 10k.
  • Existem também relatos de que melhora o ânimo do indivíduo fazendo com que consiga resistir á preguiça.
  • Melhora a coordenação neuromuscular, ou seja, seu cérebro envia sinais mais rápidos para os músculos contraírem e relaxarem. Melhorando essa sinalização pode-se correr mais rápido e com menor esforço.
  • Pode ser utilizada também na recuperação após o exercício, quando utilizada juntamente com carboidratos. Pesquisas apontam que a cafeína auxilia na reconstrução do glicogênio muscular.
  • Estudos em ratos e em laboratório demonstraram que a cafeína impede o acúmulo de gordura nas células.
  • A recomendação para que a cafeína tenha um efeito ergongênico máximo seria de 5 a 6 mg/kg de peso corporal e o mínimo de 2mg/kg de peso corporal. Aconselha-se que a dose máxima não deva exceder a 400 mg de cafeína por dia. Recomenda-se que seja adquirido em forma de cápsulas.

Cuidados:

  • Se houver estímulos constantes do SNC alterando a percepção da fadiga e da dor, pode-se sobrecarregar o corpo nos treinos e depois ocasionar uma fadiga crônica.
  • A cafeína pode causar osteoporose e redução de todas as respostas hormonais.
  • A cafeína pode levar a desidratação, entretanto este fato ainda é controverso, já que estudos também mostram resultados contrários, onde a ingestão limite para não ocorrer desidratação seria de 550mg.

NA MINHA PRÁTICA:

Eu tomo uma super xícara de café puro todas as manhã e confesso que me dá um ânimo! Eu acho que quando esqueço ou não da tempo para fazer, me sinto menos ativa e mais preguiçosa.

Comecei a tomar um termogênico que tem na composição cafeína (tomo 70mg antes dos treinos – uma cápsula), tem ainda guaraná, extrato de chá verde, citrus aurantium e cromo. A recomendação é para tomar 4 cápsulas, mas com uma eu já sinto o efeito. Ou será efeito placebo?

E vocês usam cafeína para ajudar nas corridas?

Referências:

Lane S, et al. Caffeine Ingestion and Cycling Power Output in a Low or Normal Muscle Glycogen State Medicine & Science in Sports & Exercise, 2013.

Graham TE, et al. Metabolic, catecholamine, and exercise performance responses to various doses of caffeine. J Appl Physiol 78:867-74, 1995.

 

Fonte: http://nossodiariodetreino.wordpress.com/2013/09/04/cafeina-para-correr/

Advertisements