Perder peso pode ser mais simples do que se pensa. Basta aliar uma alimentação adequada com atividades físicas

Para muitos, a busca para a perda de gordura corporal é uma luta diária. São milhares de pessoas que lutam contra os indesejados quilinhos a mais através das atividades físicas. Outros economizam cada vez mais na quantidade de comida dos seus pratos nas refeições. A verdade é que a vontade de melhorar tanto a saúde quanto a parte estética fala mais alto. Mas, afinal, qual é a melhor forma de perder a gordura corporal?

Para os nutricionistas uma resposta sempre é certa: “Temos que ingerir menos calorias do que gastamos”. Sendo assim, entra-se em pauta o esporte e a alimentação balanceada, que, juntos, vão acabar com esta indesejada visitante – a gordura – com o passar do tempo. “Se o nosso gasto calórico diário não for superior a quantidade de energia que ingerimos, não ocorre o emagrecimento. Devemos diminuir no máximo 500 kcal da ingestão de calorias diárias”, afirma Luís Ricardo Alves, nutricionista.

Contudo, muitas pessoas confundem o “diminuir a ingestão de calorias” com “parar de comer”, ou de simplesmente ficar horas sem se alimentar. Para a nutricionista Maria Gabriela Goulart, essa confusão é o pior erro entre os que buscam um corpo mais enxuto.

“Quem quer perder gordura corporal deve se alimentar de duas em duas horas, caso contrário, acontece o catabolismo muscular, perda de músculo no lugar da gordura. Longos períodos de jejum diminuem o metabolismo basal (a quantidade de calorias que se gasta para manter o organismo vivo) e assim seu metabolismo fica viciado deixando mais difícil a perda de peso. Por isto que existem pessoas que comem pouquíssimo e ainda engordam. Nestes casos precisamos tratar o metabolismo com uma dieta adequada”, afirma.

O pior e o melhor
Na busca pela queima de gordura, há muitos que não devem ser repetidos. Os principais deslizes estão em ficar mais de três horas sem se alimentar, comer carboidratos simples e refinados (alimentos industrializados com corante e conservantes), não realizar nenhuma atividade física e copiar o planejamento alimentar de um amigo.

Além disso, acredite, dormir pouco também pode trazer um desequilíbrio na hora de perder peso. “Dormir menos de 7 horas diariamente faz com que o nosso corpo libere o hormônio do estresse, chamado cortisol. Ele irá diminuir o nosso sistema imunológico, nos dará mais fome e também irá destruir nossos músculos. Quem quer emagrecer ou manter um peso saudável têm que dormir bem diariamente”, afirma Alves.

Já os alimentos saudáveis, menos calóricos e gordurosos, ajudam o nosso corpo a se manter mais magro e também dá energia para as práticas esportivas. Frutas, legumes, verduras, carnes magras em geral, arroz ou batata ou macarrão, iogurtes e frutas secas (castanha do Pará, nozes, amêndoas) são ótimos alimentos para essa fase. Mas cuidado, alimentos saudáveis também engordam se forem ingeridos com exagero.

“Perder peso ao contrario do que dizem é muito fácil e é mais fácil ainda quando feito com orientação profissional. Devem ser obedecidos os hábitos de cada pessoa, os alimentos que gosta ou que não, a praticidade, a atividade física e sua rotina diária. O planejamento dietético deve ser personalizado, tornando-se muito fácil perder peso, sem sofrimentos”, finaliza Maria Gabriela.

Fonte: http://o2porminuto.com.br/materia/confira/conteudo/diminua-a-gordura-corporal-6954

Advertisements